COLUNAS | Pode ser agora? » JOVEM HITS
28-10-2015 » Do calor 22-10-2015 » É conspiração do destino, amor 22-10-2015 » Vem fazer festa no meu quintal 22-10-2015 » Detalhes da vida 22-10-2015 » Parece que você esteve aqui 22-10-2015 » Resquícios de nós dois 22-10-2015 » Preciso dos teus lábios 22-10-2015 » Vamos ver o por do sol? 22-10-2015 » A dor da despedida 22-10-2015 » Apenas preciso de você
11159492_676572495803366_7484509848285450768_n
22 de outubro de 2015

Pode ser agora?

Que silencie todas as vozes do mundo. Quero apenas ouvir a tua. Doce, calma, singela, delirante voz. Quero ouvir você chegando a nossa casa e, cansada, fazendo-se de manhosa receber um café quente das minhas mãos e pedir-me uma massagem nos pés. Quero ouvir teus suspiros ao esfregar tuas costas durante o banho. Quero invadir teus pensamentos enquanto deslizo como água, minha mão pelo teu corpo.

Quero sentir teu cheiro. Pode ser agora?

Quero esse teu jardim com flores vivas e frescor impregnar minha camisa, minha pele, minha alma. Quero aquela camisa azul de mangas compridas e colarinho branco jogada ao longe; quero de baixo à cima tirar tua camisola cor pérola, mas também transparente. Quero passear pela nossa cama, me proteger em teus beijos, te dar segurança com meus braços e abraços, ouvir tua respiração ofegante em meus ouvidos.

Quero o mel da tua boca. Pode ser agora?

Quero sentir teu corpo exalando prazer, tua alma delirando de alegria, tua vida e a minha sendo uma. Quero embriagar-me em teus lábios, te provocar ao beijá-los. Quero tuas pernas enroscadas as minhas, tua cocha me prendendo em teu corpo. Quero ver tua pele se eriçar, contar cada poro de tua extensão, beijar cada centímetro de ti, moça.

Quero te dar prazer. Pode ser agora?

Quero esse sorriso leve que tu tens. Quero viajar em tua cara de paisagem ao não entender nada do que está passando na TV, mas mesmo assim não desgrudar o olho. Quero olhar pra você e sempre ter a certeza que tenho a pessoa mais louca – e mais incrível – do mundo ao meu lado. Quero assistir dezenas de filmes contigo; discuti qual série assistir; fazer de conta que entendi sua fixação por melodramas.

Quero ser sempre teu. Quero você sempre minha. Tem que ser agora!

Não há motivos para postergar. Eu te amo. Você me ama. Nós nos amamos. Temos milhares de gostos parecidos – e outros tantos milhares diferentes. Já gostamos de dividir a caneca no café da manhã. Você adora meu macarrão ao molho branco. Eu adoro ter sua presença enquanto cozinho pra ti. Você ama ser a esperta desta casa. Eu adoro que seja assim. Amo quando você dá uma de mandona – principalmente quando a ordem é te amar por toda a vida. Não me importo com os cabelos emaranhados pela manhã, ou com a indisposição tradicional dos domingos.

Importo-me muito mais em sentar contigo em nossas poltronas tentando encontrar um ponto de encontro nos livros diferentes que lemos. Importo de ter você para a primeira dança da noite, para a primeira música do dia. Importa-me ter você ao brilhar o primeiro raio de sol e ao se despedir a última fagulha de luz. Importa-me teus dedos entrelaçados aos meus. Importa-me você. Importa-me te ama. Importa-me o teu amor. Importa-me este infinito momento chamado AGORA.